domingo, 12 de abril de 2009

Sra. advogada!

Lembranças eternas, por vezes doloridas, arrependidas, regadas a nostalgias de um amor que durou até o portão de embarque, até a última chamada. Que se desfacelou com o calor do Nordeste, que desabrochou antes da segunda primavera, que não resistiu a mudança de clima, que não durou até o último cigarro, que morreu antes de desfrutar - se da última taça de alguma bebida que nunca foi experimentada.

2 comentários:

Lina disse...

Lindo demais... Essa Sra.Advogada tão presente e ausente na tua vida, amiga....

ROSEANE RIBEIRO ARÉVALO disse...

Lindooooooo !!! amei.
bjs, rose